novembro 15, 2016

Hábitos para se manter saudável o ano todo!

Estamos quase no final de mais um ano hein? Gostaria de te fazer uma pergunta:

Você pode dizer que cumpriu suas promessas de reveilon sobre se exercitar mais?

Se sua resposta foi não, leia esse post até o final!

Antes de você ler quero te dizer que eu também não cumpri as minhas até o final e baseada nos meus erros trouxe essas dicas para tentarmos ser melhores com essa meta a partir de hoje!

Mesmo que você só tenha 15 minutos livre no dia, mexa-se.

Qualquer exercício é melhor do que nenhum exercício. Se você já percebeu que não terá tempo de pegar firme no treino, seja qual for o motivo, dê um jeito de se movimentar: caminhe até um restaurante mais distante para almoçar, vá até a academia do prédio pedalar um pouco antes de tomar banho, saia com o cachorro para passear ou dê uma longa caminhada para colocar as idéias no lugar!

Varie as atividades para não enjoar.

Alternar a rotina de exercícios, pelo menos a cada dois meses, diminui a chance de você abandonar a malhação, não é meu caso, amo a musculação, mas se for o seu, vale a dica! Seu corpo precisa de novos desafios e a sua mente também. Você pode experimentar novas aulas na academia, mas também fazer algo diferente no treino de sempre. Por exemplo, se você é daquelas que aperta um botão na esteira e treina ininterruptamente por 30 ou 40 minutos, experimente correr por apenas 15 minutos e, em seguida, realizar exercícios de força na sala de musculação, peça ajuda a um  educador físico.

Se você não sente prazer no “durante”, foque no “depois”.

Caso ainda não tenha encontrado uma atividade física que proporcione prazer em praticar, lembre-se do que sente após o término: aquela sensação de dever cumprido, o relaxamento pós-exercício e, claro, a endorfina liberada são boas motivações. Ahhh! Vale lembrar que se olhar no espelho e gostar do que vê também é uma ótima motivação!

Pense em se cuidar e não em emagrecer.

Transforme suas metas de quilos, em tempo de exercício, distância percorrida ou até mesmo em número de idas à academia, como coach eu te sugiro isso!  Em vez de estabelecer queimar cinco quilos, desafie-se a correr três vezes na semana por 40 minutos, por exemplo. São pequenas mudanças de comportamento que, se aliadas a uma ingestão calórica controlada, levam não só ao emagrecimento mas também ao aumento do nível de força e energia, e à melhora no condicionamento físico.

Encare o exercício como uma obrigação.

Se você é daquelas que espera acordar com a maior disposição para levar uma vida ativa, aqui vai uma má notícia: talvez esse dia nunca chegue! Até que exercitar-se vire um hábito, a hora do treino deve ser encarada como uma tarefa imprescindível do seu dia, assim como uma reunião ou o pagamento de uma conta. Seu treino é uma prioridade e deve ser incluído na agenda junto a todos os outros compromissos. Vai por mim, fiz isso e deu certo!

Não fuja da malhação naqueles dias.

Quando estiver menstruada ou na TPM, os exercícios podem ser aliados, já que os hormônios liberados durante a realização do treino têm efeito analgésico (podem aliviar cólicas). Já a endorfina produzida ajuda a melhorar o humor. Mas, caso o seu fluxo seja muito intenso, diminua a carga ou o ritmo, para evitar desconforto. Acredite, tenho feito e realmente funciona!

No mais, não esqueça que cuidar de você faz um bem a todos que você ama, pois quando nos amamos conseguimos amar mais a nossa volta!

Curtiu esse post? Compartilhe!

Beijos

 


0 Comentários
Postado por Paula Miranda

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© Copyright 2014 planetapaula.com.br - Todos os direitos reservados.