setembro 3, 2011

4:16 DA MANHA…

Faz tempo que não faço isso…. escrever para vcs na hora que estou aqui sozinha, marido dormindo ao meu lado, o mundo descansando e eu aqui, mal posso pensar em pregar os olhos, os pensamentos não me deixam…

São 4:16 da manhã, eu já li quase um livro inteiro, já fiz muitas preces, tentei dormir, virei para o lado, para o outro… Já ví vídeos do Igor, sorrí e chorei… Já falei com ele, já falei com DEUS…

Viver a ausência de um filho é como estar participando de um grupo do A.A. do N.A. do MADA… Você precisa falar todos os dias e “proclamar” : Só mais um dia… apenas mais um dia…

A sobrevivência após perder um filho é um exercício diário de tentar ver o mundo com um olhar menos doído, mas posso afirmar para vocês, o movimento do mundo machuca… O vento nas folhas te agridem, o caminhar te exauri as forças, o respirar se torna pesado…

Sim, eu rio as vezes, me arrumo, me alimento, sonho… Mas  o vazio está ali, grudado em mim, e a dor pega carona, me abraça com força, me envolve em seus braços longos e quentes…

Mesmo assim, eu sei onde você está Igor, eu sinto que você está bem… Estou aprendendo a amar a distância e tentar te mostrar que vou cumprir com nossa promessa, quando a mamãe te disse: Vai, eu vou aguentar sem você aqui, vai brincar, se liberte… Eu estou tentando tá filho?

Te amo mais e mais, sempre mais…

 

 

Paula Miranda

@hypnosemakes


12 Comentários
Postado por Paula Miranda
  • sthefany disse:

    Paula, sua história é divina. Não sou mãe mas consigo sentir a sua dor. Deus conforte você! Seu anjinho está com nosso senhor.

  • Cintia Dewes disse:

    Nossa, esse foi um dos depoimentos seus que mais me emocionaram.. estou com lágrima nos olhos.. te desejo cada vez mais força!! Bjoss

  • Linda suas palavras,que seu anjinho fique em paz !!

    Me fez enchergar, que sempre tenho,irei demonstrar meu amor pela minha filha !!!

    Se bagunçou, faz parte, ela é uma criança !

    Fique em paz !

  • Sara disse:

    OI Paula!!!Tenho acompanhado seu blog no anonimato!!
    Mas, percebo que voce tem muita fé, de que seu filho está bem pois está mesmo, e acredito que muito orgulhoso da mãe que tem…
    Também perdi um filho, em circunstancia diferente, mas sei a dor que voce sente, só o tempo pra amenizar a dor, ela nunca se vai, tive outro filho, mas, um filho não substitui o outro.
    Quando estou triste, sinto ainda(fazem 8 anos que ele se foi), o cheirinho dele e que está me abraçando, isso é muito bom!!!Já não choro querendo receber respostas, mas apenas para afogar as mágoas e afastar a saudade!!!
    Coragem menina!!!Só mesmo seguindo a vida é que voce vai demonstrar o amor que sente pelo seu filho, ainda que distante!!!
    Abraços…
    Sara Giufrida

    • hypnosemakes disse:

      Querida Sara, me compadeço de sua dor, pois tenho absoluta certeza que nossos filhos estão muito bem, sim, não é fácil viver sem eles, definitivamente é a maior dor desse mundo… A vida muda para sempre e jamais a ferida irá fechar…. Estou tentando ser o mais forte possível e tocar a vida da melhor maneira posível, mas eu caio todos os dias com os joelhos no chão e choro muito….
      Obrigada pelas palavras de consolo e te desejo tanta força quanto eu!
      Fique na paz!

  • gisele disse:

    Paula , vc não sofre sozinha , pode ter certeza que nós que somos mães sofremos com vc !
    que DEUS consiga realmente te dar forças e acalentar teu coração !
    realmente deve ser um vazio muito grande e imensurável !
    Admiro muito vc …eu sempre falo para as pessoas que se um dia eu ficar sem o meu filho , tbém vão ficar sem mim, porque eu simplesmente não terei mais forças para viver !
    Quero te mandar muita luz e pode ter certeza que a galera aqui de joinville , ora muito por vcs! bjos querida…fiquem com DEUS!

  • leandrapra disse:

    Eu penso que nada nas nossas vidas são por conta do acaso, tudo tem seus propósitos, tudo mesmo, até as coisas que não entendemos, e não nos compete entende-las, não posso imaginar a dor que vc sente, não direi aqui a dor de perder um filho, mas a dor de estar distante dele, com certeza os dias do Igor foram esses que ele viveu junto a vcs, todos eles estavam contados, e ele assim os viveu, penso que vcs foram privilegiados por Deus, por terem o Igor por esses 4 anos sob a responsabilidade de vcs, Deus nos ama tanto ao ponto de dar a vcs o Igor, sabendo que vcs cumpririam a missão que era de cuidar e amar essa criança, creia qe vcs cumpriram sua missão, e o Igor viveu todos os dias que foram destinados a ele. Que possa conforta-los…um grande beijo…Leandra Coimbra…

  • Marcia Dantas disse:

    Paula, adoro a forma que vc escreve… parece que estou na sua frente e vc falando essas coisas!!! Meu amor sei que é dificil mas Deus está com vc!!! Muita luz e muita energia na sua vida!!! Um dia depois do outro e assim vai conseguindo viver!!!! Fiquei mto emociada com sua mensagem, e se eu pudesse diminuir sua dor com certeza eu faria, mesmo sem ao menos ter te conhecido pessoalmente. Mas já percebi como é uma pessoal muito especial!!! Que a paz de Jesus esteja sempre contigo!! Bjão. Marcia.

  • BRUNA PETTERS disse:

    Simplesmente lindo esse texto Paula… sem palavras para argumentar! =)

  • juliana costa caldeira disse:

    Você não chora sozinha….. você não sofre sozinha Paula! Todas as vezes que posta algo no Blog eu e muitas mães nos colocamos no seu lugar e a sua dor passa a ser a nossa dor e passamos a ter a mesma sensação que descreve das coisas simples da vida que se tornam dolorosas quando não temos ao nosso lado a pessoa mais fundamental e importante para continuarmos a sobreviver….. um filho!!!!!!!!!!! Tudo passa amiga, demora mais passa!!!!! bjs

  • Raquel disse:

    Nossa Paula receba um abraço muitooooo apertado e q nosso Deus te carregue no colo nessa caminhada.

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© Copyright 2014 planetapaula.com.br - Todos os direitos reservados.